bg.jpg
logo.png

XVII BRAZILIAN CONGRESS OF OBSTETRICS AND GYNECOLOGY
of CHILDHOOD AND ADOLESCENCE and

2nd ONLINE CONGRESS of SOGIA-BR

PERFIL CLÍNICO E ETIOLÓGICO DE MENINAS COM SINAIS DE PUBERDADE PRECOCE ATENDIDAS EM UM AMBULATÓRIO DE GINECOLOGIA INFANTOJUVENIL

Autora: Noadja Tavares de França. Coautores: Cristiane Kopacek, Kharina Mayara Moreira Dias, Liliane Diefenthaeler Herter

Palavras-chave:

INTRODUÇÃO: Puberdade é a fase de aquisição da capacidade reprodutiva. É considerada precoce (PP) quando surgem sinais puberais (SP) em idade < 8 anos ou menarca em idade <9 anos. OBJETIVOS: Conhecer o perfil clínico e etiológico de pacientes acompanhadas por SP precoces em um ambulatório especializado. MÉTODOS:Coorte retrospectiva de meninas com SP em idade < 8 anos ou menarca <9 anos. RESULTADOS: Analisados 86 prontuários. A média de idade na 1ª consulta foi de 10,7 anos (± 4,9), de idade de surgimento do 1º SP de 6,4 anos (± 2,8), do tempo entre o surgimento do 1º SP e a chegada da paciente na 1ª consulta foi de 22,07 meses. Cerca de 48% apresentaram como 1º SP broto mamário, seguidos por pelos (25,58%) e sangramento vaginal (6,97%). Dezessete meninas ignoravam o 1º SP. Encontramos 61 casos de PP central (8 com história familiar positiva), 16 formas incompletas de puberdade e 8 PP periférica (3 hiperplasia adrenal congênita (HAC) 21 hidroxilase, 1 HAC 11 beta e 5 síndrome de McCune Albright (MCA)). CONCLUSÕES: Houve demoraentre o surgimento do primeiro SP e a chegada da paciente à 1ª consulta. Foi impossível avaliar a necessidade de bloqueio puberal em todos os casos (a maioria dos diagnósticos de PP foi retrospectivo). Houve expressivo número de casos de MCA e de HAC por nosso ambulatório ser um serviço de referência. É importante que profissionais da saúde estejam atentos à necessidade de avaliação de SP em meninas < 8 anos de idade.

SPONSORSHIP
Logo_BayerCross_SEBEB_V_CMYK-NOVO.png
EUROFARMA_HORIZ_AZUL.png
theramax.png
GSK - bx.png
nn_logo_rgb_blue_large.png
Logo Organon - alta.png