bg.jpg
logo.png

XVII CONGRESSO BRASILEIRO de OBSTETRÍCIA E GINECOLOGIA
da INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA e

CONGRESSO ONLINE da SOGIA-BR

TENDÊNCIA DA GRAVIDEZ DE REPETIÇÃO NA ADOLESCÊNCIA EM MARINGÁ

Autor: Weber Alexandre Sobreira Moraes . Coautores: Ana Clara Moliani , Prof. Dr. Lucas F Garcia

Palavras-chave:

A gravidez repetida na adolescência é definida como uma gravidez subsequente entre adolescentes de 10 a 19 anos. A gravidez na adolescência em geral e, especificamente, a repetição da gravidez, expõem as mães jovens e seus filhos a múltiplos riscos socioeconômicos e de saúde. Identificamos a tendência histórica de gravidez e gravidez recorrente em adolescentes no Município de Maringá́ no período de 2012 a 2020. O estudo incluiu os dados de todos os nascidos vivos com foco em mulheres com idade inferior a 20 anos, que tiveram pelo menos uma gravidez subsequente resultando em um nascido vivo nos anos de 2012 a 2020 e residentes nesta cidade. O conjunto de dados públicos disponíveis na base de dados do SINASC/DATASUS, sobre o número total de nascidos vivos, permitiu calcular o percentual de nascidos vivos de mães adolescentes e do número de nascimentos de repetição na adolescência, gerando, desta maneira, evidências sobre a magnitude deste problema social e de saúde pública, tornando possível sua utilização no ajuste e elaboração de políticas de saúde e de assistência social para este público no município de Maringá́. Entre os anos de 2012 e 2020, houve tendência de decréscimo significativo das taxas de puérperas adolescentes, de modo que este decréscimo significativo foi observado apenas para adolescentes na primeira gestação

PATROCÍNIO
Logo_BayerCross_SEBEB_V_CMYK-NOVO.png
EUROFARMA_HORIZ_AZUL.png
theramax.png
GSK - bx.png
nn_logo_rgb_blue_large.png
Logo Organon - alta.png